12 coisas para um estudante de Comunicação fazer nas férias

Se você é estudante de comunicação social, seja lá de qual habilitação, precisa se manter atualizado sempre. É claro que no período de férias está liberado relaxar, viajar, passar um dia no seu Playstation ou colocando todos os seriados em dia. Mas um estudante, principalmente da área digital, não pode ser dar ao luxo de ficar por 30 dias ou mais completamente off-line do mundo, certo?

Talvez seu semestre de aulas tenha sido daqueles bem cansativos, com tamanha carga de textos, teorias e leituras que você até tenha se esquecido dos motivos que o levaram a escolher sua graduação. Bom, se é esse o seu caso, que tal aproveitar as férias para se lembrar do por que você decidiu estudar comunicação?

Separei algumas ideias que coloquei prática durante os anos de minha graduação para fazer bom proveito desses dias. São dicas para te ajudar a manter sempre em mente esse ‘por que’. Lembre-se que você escolheu fazer o que ama, e nada melhor do que praticar sua futura profissão fazendo só o que você gosta.

1. Crie um blog e o atualize constantemente:

Foi essa a primeira atitude que tomei quando percebi estar perdendo o prazer pela escrita. Escolha um tema que você gosta, pode ser qualquer coisa, e crie um blog sem grandes pretensões. Ou ainda melhor, crie um blog para ser seu portfólio, onde você escreverá sobre o andamento projetos da faculdade, aproveitará notícias de outros sites para fazer comentários, enfim.  No blog você tem espaço ilimitado para mostrar quem você é e o que você sabe fazer.

Ahh… Gere sempre conteúdo próprio! Replicar conteúdo mostra que você é preguiçoso e não sabe escrever sozinho. E o mais importante: escreva sobre algo que você gosta.

2. Conheça alguma nova ferramenta:

Explore uma nova ferramenta mesmo que você não veja tanta utilidade nela agora.  Saber do que elas são capazes já pode ser um diferencial.

Exemplos?

Que tal começar pelo Linkedin? Se você já está procurando seu primeiro estágio, essa pode ser a melhor escolha. Acredite, o Linkedin é uma rede completa, repleta de aplicativos e possibilidades que muitos desconhecem. Mas se você prefere montar um currículo profissional de maneira bem mais simples, conheça o Zerply.

Uma mídia social bastante útil, mas que ainda não conquistou tantos colegas é o Slideshare. Que tal conferir milhares de ótimas apresentações que estão lá, de graça. Eu, por exemplo, sempre acompanho os slides sobre marketing digital do Interney, um dos meus favoritos.

Você curte fotografia e se pergunta onde estão os bons fotógrafos que estavam no Flickr? Procure no 500px.

Por fim, sugiro o Skoob, onde você monta sua estante com os livros que leu, conta o que está lendo, compartilha trechos, e o melhor: encontra livros sobre os temas que te interessam indicador por quem entende do assunto.

3. Leia sobre um tema que te interessa:

Aqui temos algumas regras: precisa ser um tema interessante, inédito e que possa ser útil para sua profissão. Escolha um tema, pesquise boas fontes e, aos poucos, você irá se acostumar a ler frequentemente sobre ele. Ganhar esse hábito é sua meta aqui.

Eu costumo acompanhar diversos blogs sobre fotografia, webwriting, mídias sociais etc. Todos são temas que me interessam. Pra não me perder em meio a tanto conteúdo, organizo tudo no Google Reader, afinal, já é hora de você ter mais intimidade com as ferramentas do Google.

Quando encontro um post que gostaria de ler mais tarde, crio uma nota no Evernote. Esse software tem até uma extensão para o Chrome ou Firefox capaz de salvar em um clique o texto e as imagens de uma postagem que você leu. Integrado com a nuvem, posso ler minhas notas em qualquer dispositivo com acesso à internet.

4. Busque referência e inspiração:

Será que existem ideias, projetos ou livros que estão bombando na internet, mas que ainda não conheci na faculdade? Saber que novas boas ideias estão surgindo em sua profissão ajuda a manter viva sua paixão por ela.

Escolha um tema interessante e busque novas referências. Para isso, é legal pedir conselhos para colegas de curso.

5. Crie seu portfólio:

Se você já tem algum material em texto, fotografia, design ou vídeo e pretende entrar para o mercado ou fazer novos contatos, é hora de criar seu portfólio.

Existem várias maneiras de se criar um portfólio online. Pode ser através de um blog, Carbonmade, Tumblr… E que tal Pinterest?

Mas não se esqueça de que tudo que você publica na internet fica acessível para o mundo todo. Por isso, pense bem antes de divulgar todo seu material. Talvez existam coisas que você prefira deixar guardado numa pasta bem escondida do seu notebook. Todos nós temos!

6. Faça novos contatos:

Algo muito legal das redes sociais, principalmente o Twitter, é que você pode seguir uma pessoa super relevante em sua área de estudo e, pasmem, ela te seguir de volta. Use isso a seu favor! Se você tem um bom trabalho em design, crie seu portfólio e divulgue, seja em alguma rede social ou algum fórum de designers. Tome iniciativa e converse com pessoas que tem os mesmos interesses que você. Ter uma boa rede de contatos é importante para pesquisar futuros empregos.

7. Aprenda um software:

Você não precisa ser craque em todo o pacote Adobe, mas garanto que saber lidar qualquer software um dia será útil. Baixe tutoriais na internet e aprenda os princípios básicos de um software que você tem muita vontade de aprender, mas nunca teve tempo.

8. Respire outros ares:

Leia sobre um tema que nunca leu antes. Você não precisa se tornar um especialista, apenas abra sua mente para coisas diferentes. Arrisque-se um pouco fora do seu lugar de origem para ter repertório e talvez até se interesse por uma nova área.

9. Crie um projeto multimídia:

É importante que um comunicador saiba como transmitir mensagens por diferentes meios, seja por textos, vídeos ou imagens. Pense como cada um desses meios pode contribuir um pouco para transmitir uma mensagem mais complexa.

10. Faça um curso de curta duração:

Pode ser para aprender a trabalhar num software, ou talvez um curso online de algumas horas. O importante é que haja uma sequência de etapas de estudo e que você tenha acompanhamento. Pode ser apenas uma introdução a um tema amplo, ou um aprofundamento num tema específico. Apenas escolha estudar algo que te interessa muito.

11. Faça e publique um vídeo no Youtube:

Saber trabalhar com imagens é importante para qualquer carreira relacionada à comunicação. Faça um vídeo sobre algo que você gosta. Pode ser um curta, uma reportagem, um tutorial, um documento da sua viagem de férias etc. Grave, edite e publique. Mas se não ficar bom, guarde. O importante é experimentar sem que haja alguém te pressionando.

Treine aquele software de edição de vídeo cheio de botões esquisitos que você nem sabe pra que serve. Ganha pontos quem gerar conteúdo relevante para outros usuários.

12. Não se esconda.

Um comunicador precisa saber como lidar com pessoas. Por isso, não se esconda no porão da sua casa, nem guarde tudo o que produzir numa pasta secreta em seu computador. Compartilhe aquilo que produzir e que acreditar valer a pena. A internet é um lugar repleto de gente interessada em conteúdo novo e em conhecer pessoas com interesses em comum. Também é um lugar cheio de especialistas de todas as áreas, que podem conversar com você, fornecer críticas enriquecedoras e estimular ainda mais a sua produção.

Fica aí a dica de um recém-formado, porém eterno aprendiz de comunicação. 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s